"O som não permanece neste mundo; ele desaparece no silêncio."
Daniel Barenboim

domingo, 17 de janeiro de 2010

JANEIRO EM MANAUS

Acabo de voltar de uma feliz apresentação no Teatro Amazonas. Fui, a convite dos maestros Luiz Fernando Malheiro e Marcelo de Jesus, cantar a parte de tenor da Missa de Santa Cecília, do padre José Maurício Nunes Garcia. Malheiro regeu e meus colegas cantores foram: Cláudia Azevedo, Marconi Araújo e Felipe Oliveira. A música de José Maurício é um tour de force para as vozes solistas. Soprano, tenor e barítono são levados aos extremos de suas possibilidades vocais. Preciso dizer que todos fizemos boa figura. Janeiro em Manaus (foto) não é uma época de muito turismo. É inverno... temperatura na casa dos 30º. Cheguei a pensar que cantaríamos para as moscas, mas a surpresa ao ver o teatro absolutamente lotado foi grande. Lotado pelo povo de Manaus. Público acolhedor. Foi um belo trabalho.

8 comentários:

jose disse...

É um teatro surpreendente. Não é de se pensar que no meio da amazônia exista um teatro como aquele. O Coro Memorial se apresentou lá em 2005. Até então nenhum coro religioso havia se apresentado lá.

Andressa disse...

Meu cunhadooo, legal ter um blog, ainda mais vc que tem sempre coisas interessantes, como politica, canto, arte, ... para contar!
Vou acompanhar ;o)
Bjks
Dede

jugioli disse...

Estou feliz com a sua decisão de nos colocar a par de tantas coisas boas, como essa que lhe ocorreu em Manaus.
Lindo blog, já está no link do @dis-cursos.

bjs.

myra disse...

agradeço a Juga, me dar este lugar!!!
intressantisssssssssimo!

myra disse...

Em Manaus tem tradiçao de teatros!!! se nao me engano, bravo!!!

Anônimo disse...

Oi Myra, eu é que agradeço sua presença.

Anônimo disse...

Sim. Existe o Festival Amazonas de Ópera todos os anos, nos meses de abril e maio. É conhecido em boa parte da comunidade lírica mundial.

Eliane Accioly disse...

Querido Paulo,

conheci teu blog musical.
Emocionante os três tenores, pensar nos talentos e diferenças, e no curso da vida...
E você(s) em Manaus!
O teatro cheio!
Pessoas sonhando com a apresentação (repetição), muito antes daquela noite?
Quanto movimento um músico como você traz para o universo!
Escutar e escutar você!
beijos,

Eliane